quarta-feira, maio 03, 2006

uma frase, um poema e uma música.

"Os verbos chineses não tem tempo. Eu também não."
(Hilda Hilst)
Dezessete palavras:
Eu não quero alguém que diga que me
ame.
Eu quero alguém que nem precise
dizer.
Patrão Nosso de Cada Dia
(Secos&Molhados)
Eu quero o amor
Da flor de cactus
Ela não quis
Eu dei-lhe a flor
De minha vida
Vivo agitado
Eu já não sei se sei
De tudo ou quase tudo
Eu só sei de mim
De nós
De todo o mundo
(...)
Eu solto o ar
No fim do dia
Perdi a vida
Eu já não sei se sei
De nada ou quase nada
Eu só sei de mim
Só sei de mim
Só sei de mim
(...)
mim
mim
mim
?

Um comentário:

Debra. disse...

... e um suspiro.