quinta-feira, junho 29, 2006

pão por deus

dias frios como esse fazem meu pensamento parar... ou simplesmente ir rápido demais.
cortando as folhas coloridas em formas surpreendentes sinto que posso me assustar com aquilo que faço.


e muito mais com o que deixo de fazer.





embalo teu som nessas folhas. embalo você nessas formas.
e sinto como se estivesse em casa...

de fato, estou.

2 comentários:

sabe como? disse...

eu queria uma casa, uma casca - fora de mim não posso mais.

petit prince disse...

vem pra cá.

a gente recorta tudo denovo.
tudo, menos a pele.