quarta-feira, abril 01, 2009

Eu sempre sonhei e idealizei coisas e pessoas. E sempre fui assim, até perceber que quando criava essas expectativas, na maior parte das vezes, me decepcionava.
E hoje, sem tempo pra ficar imaginando, sonhando, me frustro ainda mais... Sim, porque não sei mais sonhar, e tampouco me contento com a realidade.

É o maior sentimento de impotencia que existe.

É estranho estar sozinho, e sozinho mesmo, por tanto tempo. Não costumava ser assim. Mas, assim sendo, é questão de escolha?



(Me sinto estranho tendo um blog pessoal, nos dias de hoje.)

4 comentários:

valeska disse...

"(Me sinto estranho tendo um blog pessoal, nos dias de hoje.)"

Pois não deveria!
e eu existo ainda.


esquecendo o ricke um pouco...Que sentimento de impotencia forte esse depois da terra do nunca não?
amigo bom é aquele que vem com todos os defeitos logo quando se abre a caixa, e de preferencia especificado tudo no rótulo.


;DD

gabi disse...

como diz a minha mãe, só ficamos mesmo sozinhos porque queremos.

no bom sentido, o que quer dizer que na verdade estamos sempre rodeados de pessoas ótimas, se estivermos dispostos a dá-las uma chance e/ou não formos tão exigentes conosco e com elas.

mãe cher não é a melhor pessoa pra dar conselhos, mas eu tirei algo de bom disso. =)

lembra de six feet? acreditamos que quanto mais o tempo passa mais pessoas teremos na nossa vida, mas o que acontece é justamente o contrário: ficamos tão aguçados pela experiência que cada vez é mais difícil nos sentirmos compreendidos por alguém.


a boa notícia é que a gente esquece esse sentimento de vez em quando, e, bem.. eu to muito aí pra você, gato. aproveite. ;)

luv ya

gabi disse...

(sobre o blog pessoal, eu me sinto estranha também. todo mundo é tão produtivo nos blogs hoje em dia que eu fico com vergonha da minha completa inutilidade)

RHK disse...

Ahh bonitinho...
Não deixa de sonhar não, it keeps your eyes shinny and blue.
Besos.