sábado, fevereiro 10, 2007

Aleatório. Randômico. Sem ordem qualquer estabelecida. Vontade de derreter no colchão. Vontade de fechar os olhos. Vontade de sumir por alguns breves instantes. Não, eu não quero que você venha procurar.
Eu quero realmente não ser encontrado.

Pelo menos por hoje, por agora. E sinto muito.

Um comentário:

JOANA disse...

DIGO O MESMO!!!!
bom voltar aqui!